Pub
Pub
artigo
imprimir

É possível evitar a retenção de líquidos?

Retenção de líquidos. Se não fosse um problema tão comum, não existiria uma miríade de produtos para ajudar nesta questão, especialmente promovidos junto da população feminina. Falemos sobre este problema.

Pernas inchadas, pés inchados, inchaço que piora ao longo do dia… História relativamente comum. Falemos sobre o problema comummente conhecido como retenção de líquidos e sobre o que pode fazer para o minorar.

O que é a retenção de líquidos?

A retenção de líquidos é um problema associado ao sistema linfático, em que a linfa não regressa de forma tão eficaz aos gânglios linfáticos e, como consequência, acumula-se nas extremidades do corpo, especialmente nas pernas e pés.

 

Quando este problema se torna efetivamente um problema clínico, pode ter a designação de de linfedema ou edema venoso, consoante a origem do problema e a sua causa. No entanto, a retenção de líquidos não é, frequentemente, o problema per se, mas sim um sintoma de outros problemas circulatórios.

O que fazer para melhorar a retenção de líquidos?

Desde insuficiência venosa, a insuficiência cardíaca de todos os tipos, o primeiro sinal pode ser esta retenção de líquidos anómala e desconfortável. Por isso, se este é um problema que identifica em si, o nosso primeiro conselho será que procure um médico e averigue se se tratará de algum problema, ou simplesmente de “retenção de líquidos”.

artigo

370.

A drenagem linfática melhora a circulação?

Não se tratando de um sintoma, ou mesmo podendo tratar-se, existem algumas coisas que poderá fazer para reduzir a retenção de líquidos:

 

Procurar praticar atividade física regular

 

Não necessita de ser intensa, apenas meia hora de caminhada poderá ser suficiente, de forma a estimular a circulação sanguínea e linfática e ajudar o corpo através do movimento.

 

Caso tenha indicação para tal, utilize meias de compressão

 

Sabemos que são desconfortáveis e difíceis de usar, mas são mesmo uma boa opção contra este problema. Se possível, procure um profissional qualificado e faça drenagens linfáticas. Obviamente com o selo de aprovação do seu médico. Estas massagens manuais ou através de alguns equipamentos estimulam mecanicamente a linfa a regressar ao sistema linfático e proporcionam um alívio quase imediato.

 

Evite o excesso de sal e açúcar

 

Ambos estes compostos estimulam a retenção de líquidos e podem agravá-la.

 

Beba muita água!

 

Provavelmente já estará farto de saber esta parte. E por aqui repetimos este conselho inúmeras vezes, que poupa dissabores e problemas de saúde vários. Mas nunca é demais reforçar que ajuda também neste.

 

Caso tenha indicação (e apenas se a tiver), existem medicamentos que podem também ajudar a aliviar este problema. Consulte o seu médico sobre este assunto e veja que soluções poderão ser apropriadas para o seu caso e problemas em específico. Desaconselhamos vivamente que se automedique ou que procure suplementos «drenantes» sazonais que podem ter um impacto negativo na saúde cardíaca.

 

Embora não seja muitas vezes possível evitar totalmente a retenção de líquidos, a verdade é que com o acompanhamento devido, poderá ver melhorias.

 

Junte-se à comunidade Cardio 365º!

Referências
  • The American Journal of Medicine

artigo
imprimir
anterior seguinte