Pub
Pub
artigo
imprimir

Um Natal para sempre no seu coração

Quem disse que o Natal já não é o que era? Era o que faltava… eis o que precisa de fazer para garantir que este é um Natal para recordar.

Se há momento do ano que gravamos na nossa memória é o Natal. O coração bate mais rápido, seja pela alegria das festividades, pelas pessoas que revemos ou pelas memórias que recordamos.

 

Já começa a sentir o saudosismo dos Natais passados? Nem pensar… Se o Natal é quando o homem quiser, então cabe-lhe a si desfrutar e dar mais razões aos que o rodeiam para celebrarem consigo este dia tão festivo.

 

Eis por onde pode começar!

Vai um passinho de dança?

De manhã à noite, preencha a sua casa de música e deixe-se levar pelo ritmo do Natal! Mantenha-se ativo e inspire quem o acompanha nesta dança que lhe vai aquecer o coração.

Prepare ou ajude a preparar a agenda do dia de Natal

Ao invés de deixar o dia avançar no aconchego preguiçoso do sofá, garanta que há um plano para que todos se mantenham ativos e entretidos: levem álbuns antigos, recuperem os velhos jogos de tabuleiro ou preparem um bom jogo de cartas, por exemplo.

Escolha o seu excessozinho

Será que no Natal são permitidos alguns excessos? Ora um não faz mal. Mas 2 e 3 e 4 e 5 excessos? Pergunte-se até que ponto terá de compensar mais tarde comendo não só através da alimentação, mas também através do exercício físico.

Próximos onde quer que estejamos

Aproveite para ligar aos seus familiares e amigos para pôr a conversa em dia. Infelizmente, nem sempre é possível termos ao nosso lado as pessoas de quem mais gostamos, mas isso não significa que não estejamos próximos uns dos outros.

 

Não deixe de ligar, de fazer chegar a sua mensagem e de dar ouvidos ao seu coração. Afinal, a sua vida social e mental é tão importante como a sua saúde física e longe vão os tempos em que comunicar era difícil!

Sintoma? Qual sintoma?

Sente algum sintoma estranho? Não deixe para depois! Sabe-se que a incidência de doenças cardiovasculares é maior durante as festividades e um dos grandes problemas associados é a demora em agir. Assim sendo, seja o mais atento e cuide de si e dos seus!

artigo

É Natal, é Natal… mas atenção ao coração!

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

Referências
artigo
imprimir
anterior seguinte