Pub
Pub
artigo
imprimir

O que são os alimentos funcionais?

Os alimentos funcionais são alimentos que naturalmente têm a capacidade de interagir com uma ou mais funções corporais. Descubra aqui quais são e quais os seus benefícios para o organismo humano.

Nos últimos anos, o conceito de alimentação (e mesmo do que significa o alimento) tem sofrido várias transformações. Por isso, hoje, olha-se para o papel importante dos alimentos na saúde, bem-estar e prevenção de certas doenças. E entre os conceitos emergentes está, claro, o de alimentos funcionais. Mas o que são?

 

Os alimentos funcionais são alimentos que têm a capacidade de interagir com funções corporais, contribuindo para a sua melhoria e/ou preservação. Estes cumprem, ao mesmo tempo, funções nutritivas e fisiológicas. A expressão alimento funcional tem origem no Japão, onde a partir dos anos 80 do século passado tem sido observado um aumento progressivo da esperança de vida da população. E esse aumento tem sido atribuído à dieta do povo Japonês, baseada em 2 alimentos: peixe (rico em gorduras polinsaturadas de tipo ómega-3) e arroz.

Os principais alimentos funcionais

São funcionais todos os alimentos que possuem as componentes ativas comprovadamente benéficas para a saúde: probióticos, fibras, gorduras não saturadas, vitaminas, e minerais. Esses podem ser naturalmente presentes (alimentos funcionais naturais) ou adicionados. São alimentos funcionais processados os produtos nos quais os componentes foram modificados, eliminados, substituídos ou aprimorados para melhorar estas propriedades.

 

Entre os alimentos funcionais processados distinguimos, os alimentos funcionais:

 

  • enriquecidos: onde substâncias já naturalmente presentes são potenciadas como acontece, por exemplo, no caso dos lactobacillos dos iogurtes, ou dos leites com maiores quantidades de cálcio.

 

  • suplementados: onde são adicionados componentes que não seriam naturalmente presentes, como é o caso dos cereais fortificados com ferro e vitaminas.

 

O primeiro alimento funcional é o leite materno. Isto porque, além da sua importância na nutrição do bebé, dá-lhe vitaminas e minerais, tem papel no sistema imunitário.

 

Os probióticos

 

Os próbioticos como, por exemplo, os lactobacillos e as bifidobactérias, são microrganismos vivos que têm a capacidade influenciar positivamente o equilíbrio da flora intestinal e o sistema imunitário. Exemplos de alimentos funcionais probióticos são os alimentos fermentados (chá de kombucha, kefir, tempeh e chucrute), iogurtes fortificados com lactobacilos e alguns laticínios. Os alimentos probióticos contêm microrganismos vivos.

 

As fibras

 

A fibra, dadas as suas propriedades e a sua capacidade de estabilizar os valores glicémicos, torna funcional a maioria dos alimentos de origem vegetal.

 

O ferro e a vitamina B12

 

Ferro e vitamina B12, essenciais para estimular o sistema imunitário, produzir glóbulos vermelhos e proteger os sistemas nervoso e circulatório, fazem com que a carne seja também considerada funcional.

 

As gorduras

 

Finalmente o peixe é funcional porque contém um alto teor de ácidos gordos polinsaturados. Estes combatem a inflamação, responsável pelo aparecimento de várias doenças e contribuem para o equilíbrio do sistema nervoso.

artigo

122.

5 alimentos bons para o coração

Os alimentos funcionais otimizam o bem-estar e reduzem o risco de certas doenças. Além disso, em conjunto com atividade física regular, a diminuição do stresse e outros bons hábitos são fundamentais para garantir um estilo de vida saudável.

 

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

Referências
  • Healthline

artigo
imprimir
anterior seguinte