Pub
Pub
artigo
imprimir

A insuficiência cardíaca tem cura?

Talvez já tenha ouvido falar em insuficiência cardíaca, mas será que sabe se se pode curar? Eis a resposta.

De todas as doenças do coração, a insuficiência cardíaca é das menos faladas, apesar de ser também das mais mortais. Mas será que a insuficiência cardíaca tem cura? Esta é uma pergunta frequente à qual vamos dar resposta. Mas primeiro, falemos da insuficiência cardíaca propriamente dita.

O que é a insuficiência cardíaca?

A insuficiência cardíaca é um síndroma caracterizada por sintomas como, por exemplo, falta de ar, inchaço dos tornozelos e fadiga geral. Estes são sintomas comuns, não só a tantas outras doenças, como em doentes com idades mais avançadas, o que faz com que sejam muitas vezes desvalorizados, adiando assim o diagnóstico. A estes sintomas juntam-se sinais como pressão venosa jugular aumentada, «fervilhar» nos pulmões e edema periférico ou inchaços.

 

Estes sinais e sintomas surgem como consequência de uma alteração estrutural do coração. Esta pode surgir por acumulação de danos, por exemplo, devido a hipertensão crónica. Por outro lado, pode ocorrer também devido a eventos agudos como por exemplo, o enfarte agudo do miocárdio.

Qual o prognóstico? A insuficiência cardíaca tem cura?

Infelizmente, a insuficiência cardíaca não tem cura atualmente. Além disso, a insuficiência cardíaca não tem um bom prognóstico, pois 50% dos doentes morre até 5 anos após o diagnóstico quando não é corretamente medicado ou acompanhado. Isto não significa, no entanto, que não existam tratamentos disponíveis capazes de atrasar estes números assustadores.

 

Atualmente, os tratamentos disponíveis incluem medicamentos também usadas para o tratamento da hipertensão. Embora nenhum destes medicamentos «cure» a doença, a verdade é que a sua toma diária pode mantê-la sob controlo e prevenir o seu avanço. Quando não tratada, a insuficiência cardíaca pode evoluir muito rapidamente levando à chamada falência de bomba, em que o coração simplesmente não consegue bombear sangue.

 

Por isso, não descuide o seu coração, faça check-ups regulares e tome os medicamentos prescritos conforme indicado pelo médico que o acompanha. O seu coração vai agradecer.

artigo

145.

10 questões frequentes sobre insuficiência cardíaca

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

Referências
artigo
imprimir
anterior seguinte