Pub
Pub
artigo
imprimir

Vamos falar sobre o colesterol LDL

O colesterol LDL é conhecido como o «mau» colesterol. Mas afinal, qual o motivo? E como podemos baixá-lo?

O colesterol LDL é conhecido como o «mau» colesterol, pois níveis elevados na corrente sanguínea aumentam o risco cardiovascular. Pessoas que têm o colesterol LDL alto podem vir ter uma doença ou um evento cardiovascular como, por exemplo, um enfarte ou um AVC.

Para que serve o colesterol?

Antes de falarmos em particular sobre o colesterol LDL, vamos falar sobre o colesterol no geral! O colesterol é uma molécula produzida e metabolizada no fígado, que desempenha funções importantes, nomeadamente:

 

  • Construção e manutenção das membranas celulares;
  • Formação da bílis;
  • Metabolismo de vitaminas lipossolúveis, isto é, que se dissolvem apenas em gordura (como as vitaminas A, D, E e K);
  • Está na origem de várias hormonas, como a progesterona, o cortisol, a testosterona, etc.

 

Todas as células possuem colesterol e este segue na corrente sanguínea num tipo específico de proteínas: as lipoproteínas.

Colesterol LDL («mau») vs colesterol HDL («bom»)

Em primeiro lugar, saiba que as lipoproteínas que transportam o colesterol dividem-se consoante a sua densidade. As de alta densidade (em inglês, high-density lipoprotein, sigla de HDL) levam o colesterol para que seja metabolizado e eliminado pelo fígado, pelo que são conhecidas como o colesterol «bom».

 

Por outro lado, as lipoproteínas de baixa densidade (low-density lipoproteins, ou colesterol LDL) transportam o colesterol do fígado para os tecidos, com tendência a acumular-se nas nossas artérias. Essa acumulação está na origem de uma doença chamada aterosclerose. É por esta razão que o colesterol LDL é o «mau» colesterol e está associado a um risco maior de doenças cardiovasculares.

artigo

102.

Mais colesterol HDL? O coração agradece

A aterosclerose é caracterizada pela acumulação de gordura (que incluí o colesterol LDL) nas artérias, provocando o seu estreitamento ou a sua obstrução. Assim sendo, o sangue vai chegar com mais dificuldade e em menor quantidade aos tecidos, o que significa menos oxigénio e nutrientes. Dependendo das artérias afetadas e tecidos irrigados, os desfechos podem variar. Ou seja, a presença de placas de aterosclerose nas artérias que irrigam o coração, por exemplo, podem originar um enfarte agudo do miocárdio.

 

Manter níveis de colesterol saudáveis no sangue é essencial para protegermos o nosso coração, cérebro e outros órgãos. Os níveis ideias de colesterol para um indíviduo saudável são:

 

  • Colesterol LDL: <115 mg/dL
  • Colesterol HDL: >40 mg/dL (homens) e >45 mg/dL (mulheres)
  • Colesterol total: <190 mg/dL
  • Triglicéridos: <150 mg/dL

 

Se já for uma pessoa de alto risco, os níveis devem ser mais baixos. No entanto, o seu médico irá ajudá-lo a definir os objetivos adequados para si.

Como posso reduzir o colesterol?

Como já vimos, o colesterol tem funções essenciais no organismo. É produzido no fígado, mas também advém dos alimentos que comemos. Por isso, uma alimentação saudável e equilibrada é fundamental para manter níveis adequados de colesterol no sangue.

 

A Associação Portuguesa de Nutrição (APN) recomenda os princípios de uma dieta mediterrânea, privilegiando:

 

  • frutas e legumes
  • cereais integrais
  • azeite como gordura principal
  • carnes magras
  • consumo regular de peixe.

 

Os laticínios devem ser preferencialmente magros e as gorduras, os açúcares e o sal devem ser restritos. O consumo de bebidas alcoólicas também deve ser limitado a 1 copo de vinho (idealmente tinto) para as mulheres e 2 copos para os homens, por dia.

 

Além de uma alimentação saudável, a prática de atividade física é essencial. Não só para manter os níveis de colesterol LDL mais baixos, mas para elevar os de colesterolHDL.

 

Em suma, uma boa alimentação e um estilo de vida ativo ajudam a proteger o seu coração e a diminuir o «mau» colesterol LDL!

 

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

Referências
  • WebMD

  • Centers for Disease Control and Prevention (CDC)

  • American Heart Association (AHA)

  • Associação Portuguesa de Nutrição (APN)

artigo
imprimir
anterior seguinte