Pub
Pub
artigo
imprimir

Como funciona o coração: as veias cava

O coração é um órgão fascinante e essencial para que vivamos. É do tamanho de um punho – mas será que o conhece como a palma da sua mão? Venha saber mais sobre parte do coração – as veias cava.

A veia cava é a maior veia do nosso corpo e é responsável por levar sangue das diversas partes do corpo até ao coração. É composta por duas partes: a veia cava superior e a veia cava inferior.

 

Os diversos tecidos do corpo retiram oxigénio ao sangue. Assim, o sangue nestas veias tem pouco oxigénio. Assim, chega ao coração e é de novo bombeado para os pulmões para ser oxigenado.

As veias cava

Veia cava superior

 

A porção superior da veia cava leva sangue da cabeça, pescoço, braços e peito até ao coração. Ou seja, é responsável por levar sangue da parte do corpo acima do diafragma. O diafragma é um músculo que divide a cavidade torácica e abdominal e cuja principal função é auxiliar nos movimentos de inspiração e de expiração. A veia cava superior forma-se a partir de duas veias da cabeça e braços que se juntam – as veias braquiocefálicas. A sua união acontece já próximo ao coração, nascendo aí a veia cava superior.

 

Veia cava inferior

 

A porção inferior da veia cava leva sangue da pernas, pés e órgãos na zona abdominal e pélvica até ao coração. Ou seja, é responsável por levar sangue da parte do corpo abaixo do diafragma. A veia cava inferior forma-se a partir de duas veias das pernas que se juntam – as veias ilíacas. A sua união acontece na zona da coluna lombar, nascendo aí a veia cava inferior.

 

Como entra o sangue vindo das veias cava no coração?

 

A estrutura do coração que recebe o sangue das veias cava (superior e inferior) é a aurícula direita. Posteriormente, a parte direita do coração vai enviar este sangue para os pulmões para receber oxigénio e dar seguimento ao resto do ciclo.

artigo

138.

Como funciona o coração: as aurículas

Que doenças podem acontecer nas veias cava?

Pode ocorrer a obstrução/compressão das veias cava superior e inferior – as chamadas síndrome da veia cava inferior e síndrome da veia cava superior. Não são patologias frequentes.

 

A síndrome da veia cava superior ocorre mais frequentemente pela compressão da veia devido um cancro na zona do tórax. Existindo um cancro ou metástase que comprime a veia, não permite o seu normal funcionamento.  Os sintomas desenvolvem-se lentamente e incluem dificuldade em respirar ou falta de ar, tosse e inchaço da face, pescoço, tronco, braços e dor no peito.

 

A síndrome da veia cava inferior pode ocorrer presença de um trombo na veia ou por  compressão por outra estrutura, podendo também ser por doença maligna. Algumas condições que contribuem são a existência de um cancro, a obesidade e a gravidez. Os sintomas costumam ser tensões baixas, batimentos rápidos do coração e inchaço da parte de baixo do corpo.

 

Como pôde compreeender, as veias cava são uma estrutura muito importate para o funcionamento do nosso corpo e que trabalham em conjunto com o coração.

 

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

Referências
  • National Cancer Institute (NIH)

  • Teach Me Anatomy

  • Healthline

artigo
imprimir
anterior seguinte