video
imprimir

Exercício no tromboembolismo venoso: mexa-se!

O exercício é fundamental para a prevenção do tromboembolismo venoso. Não sabe que exercícios pode fazer? Nós ajudamos: veja o vídeo!

Patrocinado por

O exercício no tromboembolismo venoso é uma peça importante não só no tratamento, mas sobretudo na prevenção. Mas antes de falarmos sobre o exercício, vamos descobrir um pouco mais sobre este problema!

Um pequeno resumo sobre o tromboembolismo venoso

Afinal, o que é mesmo?

 

O tromboembolismo venoso é um problema que surge devido aos trombos que se formam nas veias, sobretudo, nos membros inferiores. Se um desses trombos se soltar, pode viajar pelas veias até encontrar uma zona mais estreita, onde causa obstrução. Os principais sintomas são, por exemplo, pernas inchadas, rígidas e com dor.

 

Quem pode ter?

 

O tromboembolismo venoso é mais comum em pessoas:

 

  • Que estiveram acamadas;
  • Sedentárias;
  • Com um problema cardiovascular prévio (como, por exemplo, as varizes).

 

É possível prevenir?

 

Sim! E é por isso mesmo que aqui falamos sobre a importância do exercício no tromboembolismo venoso. Uma boa forma de prevenirmos é, nem mais nem menos, aumentar a nossa atividade física, evitando estar muito tempo seguido sem nos levantarmos.

 

Imagine que por qualquer motivo é «obrigado» a passar muito tempo sentado, seja devido ao trabalho ou à sua condição física. Nestas situações, é crucial que tente levantar-se mais vezes! Além disso, deve também ajustar a sua alimentação tendo em conta a sua atividade física e implementar regras de alimentação mais saudáveis.

 

Por fim, é essencial ter uma rotina de treino (por exemplo, uma hora específica para fazer alguns exercícios) para prevenir este tipo de problemas e fazê-la com regularidade. Se possível, faça todos os dias, mas pense que o mínimo é fazer 2 a 4 vezes por semana.

Eis o que pode fazer: exercício no tromboembolismo venoso

 

O ideal seria fazer pelo menos 30 minutos de caminhada todos os dias ou, em alternativa, fazer um pouco mais, menos dias por semana. Ou seja, se não puder fazer a sua rotina de treino todos os dias, compense o tempo de atividade noutros dias. Assim, se andar 1 hora por dia, pode escolher fazer o seu treino apenas em dias alternados.

 

Existem vários exercícios que pode fazer seja em casa, no escritório, ou até na rua, numa pausa durante as suas caminhadas! Não sabe o que fazer? Então veja o vídeo deste artigo onde lhe mostramos precisamente os exercícios que pode fazer para prevenir o tromboembolismo venoso!

artigo

131.

O que é a doença arterial periférica?

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

video
imprimir
anterior seguinte