artigo
imprimir

Aterosclerose: o que é e como prevenir

Quer saber o que é a aterosclerose? E o que pode fazer para evitar esta doença? Hoje vamos falar sobre o que é a aterosclerose, quais os seus perigos e se é possível prevenir.

Patrocinado por

A aterosclerose é uma doença crónica das grandes e médias artérias. Consiste na acumulação de placas de gordura nas paredes dos vasos, podendo causar a sua obstrução. As partículas mais importantes para a formação destas placas são as de colesterol LDL, também conhecido como o «mau» colesterol.

 

Se existem níveis elevados colesterol LDL em circulação, este acumula-se nas paredes das artérias, nomeadamente no endotélio. O endotélio é a camada mais interior das artérias. No endotélio, o colesterol LDL acumulado vai causar inflamação e formar placas, conhecidas como ateromas. Ao longo do tempo, os ateromas vão aumentando e, graças a isso, o interior das artérias fica mais estreito até poder obstruir totalmente. A aterosclerose está na origem de vários problemas cardiovasculares.

Fatores de risco para a aterosclerose

Uma dieta rica em gorduras, excesso de peso e pouca atividade física são alguns dos fatores que estão na origem de valores elevados de colesterol LDL no sangue. Além disso, existem outros fatores de risco que promovem a inflamação arterial e a formação destas mesmas placas ateromatosas, nomeadamente:

 

Os perigos da aterosclerose

A obstrução das artérias causada pela aterosclerose pode estar na origem de várias doenças cardiovasculares. Além disso, a placa pode também desprender-se e formar um trombo, que poderá obstruir outras artérias.

 

Uma obstrução significa menos fluxo sanguíneo e, como tal, menos oxigénio para os tecidos que dependem desse fluxo. Dependendo das artérias afetadas, as consequências e sintomas são diferentes:

 

  • Caso seja uma artéria que supra o coração, neste caso, as artérias coronárias, a sua obstrução pode originar sintomas de angina de peito e, mais gravemente, um enfarte agudo do miocárdio;
  • Se for uma artéria cerebral, pode causar um acidente vascular cerebral (AVC) isquémico;
  • Se a aterosclerose for numa artéria intestinal, pode ocorrer isquémia do intestino;
  • Pode também ser a causadora de doença arterial periférica, caso sejam as artérias dos membros as afetadas e, aí, surgem sintomas como claudicação (dores intermitentes) ou mesmo gangrena.

 

artigo

04.

O que são as doenças cardiovasculares?

O que fazer para prevenir este problema

Com a idade, é inevitável ter algum grau de aterosclerose, mas é possível evitar que desenvolva para níveis capazes de causar doença cardiovascular. Para evitar o desenvolvimento, progressão ou agravamento da aterosclerose, deve controlar os fatores de risco:

 

  • Adote uma dieta saudável

Controlar a sua dieta é o passo mais importante: evite as gorduras e escolha os legumes e a fruta. Fritos são de evitar e deve ter atenção aos doces!

 

  • Faça exercício físico

O exercício ajuda a diminuir os valores de colesterol, a manter o peso e a combater a obesidade. Faça pelo menos 30 minutos de exercício por dia ou, caso não consiga, 150 minutos ao fim de semana.

 

  • Mantenha um peso saudável

 

  • Não abuse no álcool

 

  • Controle a sua tensão arterial

Uma dieta pobre em sal ajuda a manter os níveis de tensão controlados, bem como o exercício físico regular. Para além disso, se a sua tensão for elevada e já lhe tiver sido prescrita medicação pelo seu médico, cumpra-a. Mantenha-se atento aos seus valores tensionais e visite o seu médico pelo menos 2 vezes por ano.

 

  • Não fume

O tabagismo é um fator de risco muito importante para vir a ter doenças cardiovasculares. Se fuma e acha que não consegue deixar sozinho, fale com o seu médico assistente. Ele pode ajudá-lo a arranjar estratégias para conseguir deixar de fumar.

 

  • Mantenha o seu controlo glicémico

Caso tenha diabetes, tem um maior risco de vir a desenvolver aterosclerose. É muito importante que mantenha um bom controlo glicémico.

 

Se tiver níveis de colesterol elevados, mesmo com um estilo de vida saudável, pode ser necessário iniciar uma medicação. Deve discutir com o seu médico assistente um plano individualizado para si, de maneira a manter níveis saudáveis de colesterol e a controlar os fatores de risco para a aterosclerose.

 

Por fim, junte-se à comunidade Cardio 365º!

artigo
imprimir
anterior seguinte